Veja como ficou a sede do SINTE depois da Reforma

terça-feira, 15 de março de 2011

Sabedoria tem limite: Categoria suspende a greve por 30 dias, em Umarizal

Diante dos encaminhamentos e acontecimentos dos últimos dias, sabiamente, a categoria da Educação municipal de Umarizal, em Assembleia realizada nesta tarde de 15/03/2011, na Sede do SINTE/RN - Regional de Umarizal deliberou pela suspensão da greve da Educação deste município.

A decisão da categoria deu-se em função de alguns pontos que precisam ser analisados pela mesma. Primeiro é que os motivos alegados pelo prefeito sobre a deficiência de verbas que impede as reivindicações dos professores, não os convencem, visto que em outros mandatos constantemente chegava a sobrar verbas ao final de cada ano, que inclusive acontecia o rateio com toda categoria, em condições bem semelhantes, pois como se sabe, de lá para cá não aconteceu nenhum concurso público que justificasse o aumento de gastos. O que pode ser alegado é que o número de aluno aumentou, mas as verbas aumentaram.

O que não aumentou nas mesmas proporções foram os salários da categoria. E é por isso que todos acreditam na prática da precarização induzida, com o objetivo de sobrar verbas para o exercício do empreguismo, também precarizado, enganador, mas populista. Essa prática chama-se atirar com a pólvora alheia. E quem assim o faz, não marca distância porque a pólvora é do trabalhador...

Para tentar constatar isso tudo, O SINTE/RN – Umarizal, O SSPMU e a Presidente do Conselho do FUNDEB municipal requereram na Comissão de Justiça da Câmara um pedido de Audiência Publica, onde espera contar com a maioria dos vereadores, que também concordam com a tese da precarização dos salários, e que certamente nesses trinta dias haverá de ter algo concreto a esse respeito.

Por outro lado o movimento foi abalado pelas ameaças, pelas informações inverídicas, pela postura coronelista, pelo aparato da rádio “comunitária”, que só diz ame, mesmo que tudo, ou quase tudo seja disparate. Nessas circunstâncias o povo nem vê e muito menos conhece físicamente Umarizal, imagina o subjetivismo circunstancial que lá existe para blindar a maquiagem absolutista imperante.

Queremos encerrar esta matéria com muito louvor as professoras que vem participando deste movimento, aos professores também, mas destes faltou mais ousadia, aqueles que nos ajudaram com orientações, aos vereadores, que na sua maioria continuam acenando apoio ao movimento, a alguns blogs que continuam divulgando a luta sem nenhuma demonstração de conivência com o sistema, aos alunos e pais de alunos pela compreensão que tiveram em fim, aos anônimos sensatos que expressaram seu pensamento sobre as mais diversas temáticas vivenciadas durante o movimento.

Finalmente, queremos informar que pretendemos liberar todos os comentários que postarem. Porem, nos negaremos a isso quando o mesmo vier em condição de anônimo difamando pessoa(não cai bem ao racional), pois é diferente de criticas administrativas, essas são louváveis, visto que o público é feito com nosso dinheiro, e se está sendo mau feito temos que criticar, sim...



A luta, camaradas...

“ É preferível morrer pelo fogo em combate, à morrer em casa pela fome”





5 comentários:

PAULO disse...

VC GABREL É LOUCO E MUITO, POR ISSO QUE VC É UM CARA QUE NINGUEM O SUPORTA É ISOLADO DA SOCIEDADE: VC JÁ DESCOBRIU O PQ QUE NIGUEM NESSE UMARIZAL O SUPORTA, VC DÁ NOIJO COM ESSE JEITO RADICAL DE SER O INFELISMENTE O SINTE VAI SE AFUNDAR COM A FORMA RADICAL QUE A CONDUZ. REFLITA E ANALISE

Operários da Educação disse...

"Paulo", lamento ser preciso ter que colocar aspas no nome, pois imagino ser um laranja, ou seja aquele que faz alguma coisa furtando sua própria essência e teme os revides desta. Outro ponto “Paulo", é que independente de quem seja você, eu não lhe vejo como, no momento, ser a pessoa ideal para fazer essa avaliação sobre mim. Primeiro porque você deve ser uma vítima do sistema, que nega os interesses dos trabalhadores, mas você está do ledo desse sistema e contra os seus próprios interesses. Em segunda hipótese é que você deve ser alguém desgarrado (vítima também) sem emprego conquistado, mas está com um emprego precarizado (pago com recursos que deveria servir para melhorar os salários dos professores, cujo/as quais estou a defendê-los) que tem como função negar a realidade imposta à população, e ainda, maquiar a futileza, porque se não fizer assim (rezar na mesma cartilha) perde o supracitado emprego.
No que diz respeito ao SINTE, ai é que fica difícil para você avaliar, pois as pessoas competentes para isso são trabalhadores (ras) empregados do estado, por concurso, diferentes de você, não? E que estive, estou e estarei sempre ao lado deles e já mais defendendo os patrões (governos) corruptos como, repito, deverá ser o seu caso, no momento.
Cresça..., Camarada! Eu conheço profundamente sua vida, sei de sua classe e sei também o que a burguesia quer com você. Vamos aguardar esperar o tempo, que você não tem a menor noção de como seu pensamento vai mudar e nós vamos nos encontrar, lá na frente, como trabalhadores operários, que teremos muita importância se tivermos juntos. Enquanto tivermos assim; eu aqui com os trabalhadores que já pensam, e você ai, junto com os que estão à frente dos interesses da burguesia, o mundo continua sendo esse: Você, meu irmão! Gozando com os meus problemas. Que são os seus também! Com uma diferença: Eu os assomo, sei das dificuldades que tenho que enfrentar, e enfrento! Você ainda não sabe, mas lá na frente estaremos juntos, não que eu vá pra onde você está hoje, já mais! Mas porque você não vai passar a vida toda dizendo amem..! Uma vez só que você questionar, eles te jogam fora e nós estaremos aqui.
Viva os trabalhadores...!

Anônimo disse...

Você se chama Paulo e eu Paula:
Ou meu amigo que tristeza existir pessoas como você: acorde, vejo que quem é insuportável é você, quem é excluido é você,o nojo nós temos é de você, e sei que você não conhece a administração de Gabriel no sinte, mais quero aqui te convidar para fazer uma visita ao sinter, e veja o antes e o depois de Gabriel.Reflita e analise por favor colega.
como diz a elite :
um abraço fraterno.

Anônimo disse...

ADIN 4167 - QUE TRATA DO PISO DO PROFESSOR - SERÁ JULGADA NO PRÓXIMO DIA 17/03/2011




Antes tarde do que nunca! Finalmente foi marcada a data do julgamento da ADI nº 4167, para o dia 17/03/2011, quinta-feira próxima, à tarde. Conforme pauta publicada no site do Supremo Tribunal Federal, que pode ser acessada no seguinte link:


http://www.stf.jus.br/portal/pauta/listarCalendario.asp?data=17/03/2011


O relator é o Ministro Joaquim Barbosa. A ADI tem como autores 05 governadores: do Mato Grosso do Sul, do Paraná, de Santa Catarina, da Governadora do Rio Grande do Sul e do Governador do Ceará (Cid Gomes). Os profissionais da Educação do Brasíl precisam acompanhar tal julgamento com máxima atenção. POIS É DE PROFUNDO INTERESSE DA CATEGORIA E DA QUALIDADE DA EDUCAÇÃO BRASILEIRA. Lembrando que educação é um direito humano fundamental. DEVENDO O SUPREMO ATRAVÉS DO JULGAMENTO GARANTIR-LHE A MÁXIMA EFETIVIDADE.


Mande uma mensagem para o Ministro Joaquim Barbosa através do site do STF, no atendimento ao cidadão, cujo formulário pode ser acessado através do seguinte link:


http://www.stf.jus.br/portal/atendimentoStf/enviarDadoPessoal.asp



Ministro Joaquim Barbosa - STF - Que entre para História
Como o Ministro que protegeu a educação e o professor no Brasil

Peça para que ele mantenha a piso como constitucional, que o valor de R$ 950,00 seja vencimento, não o total da remuneração da época, que mantenha 1/3 para atividade extraclasse como ordena a Lei de Diretrizes e Bases da Educação no Brasil e que o reajuste do piso deve ser automático pela variação do valor aluno, em janeiro de cada ano POIS DA DECISÃO DEPENDE O FUTURO DA EDUCAÇÃO NO BRASIL E A CARREIRA DE PROFESSOR COMO ALGO RESPEITÁVEL. DE uma forma ou de outra o Ministro Joaquim Barbosa entrará para história. QUE SEJA ENTÃO FAZENDO JUSTIÇA! PROTEGENDO A CONSTITUIÇÃO BRASILEIRA! QUE SEJA POSITIVAMENTE, MINISTRO. PARA QUE VALHA NO FUTURO LER A SUA BIOGRAFIA!

Anônimo disse...

Queria aqui pedir ao inlustrissímo vereador Washington que: quando se posta uma matéria se diz a fonte que retirou.Ele sabe que é crime.
Outra coisa o nome é professor então a pronuncia é PROFESSOR, e não como ele diz PRUFESSOR.
No site do supremo ainda esta agendada pra hoje dia 17/03 o julgamento da ADI e não ADIM:VEJA SEUS ERROS>